Make your own free website on Tripod.com

Harry Potter e a Ordem da Fênix

Veja_a_imagem_maior

Depois de muitos anos esquecida, a Ordem da Fênix foi reaberta. Ela era composta por muitas pessoas que, de diferentes maneiras lutavam contra Lord Voldemort e seus seguidores, os Comensais da Morte.
Já os problemas de Harry começam muito antes de começar o ano letivo. No meio do verão, Harry e Duda são atacados por Dementadores, o Profeta Diário, jornal dos bruxos, apoiado pelo Ministério da Magia está fazendo que todos pensem que Harry é louco e que Voldemort não retornara, como Harry não apenas dissera como vira acontecer.
Em Hogwarts, além de ouvir os murmúrios dos colegas, Harry terá que aturar a pior professora que poderia ter, Dolores Umbridge, enviada do Ministério para "supervisionar" as aulas, os alunos e os professores. Harry cria também a Armada de Dumbledore, uma organização para que alguns alunos pudessem ter aulas de Defesa Contra as Artes das Trevas e aprender a se defenderem dos futuros perigos que poderiam haver.
Um emboscada faz com que Harry e seus amigos acabem parando dentro do Ministério da Magia. Lá, além de encarar Lord Voldemort de frente, Harry perderá seu ente mais estimado, Sirius Black, o padrinho que tanto gostava. Harry foi salvo por Dumbledore, que, após cinco anos de convivencia, conta para o menino alguns segredos de seu passado, no qual uma profecia feita antes dele nascer envolve ele e Voldemort, fazendo-os estarem ligados até o fim de suas vidas.